5 dicas infalíveis para o seu questionário de pesquisa ser respondido até o fim

Você sabia que 80% das pessoas abandonam as pesquisas no meio do caminho?


Pois é, sabemos que, hoje em dia, as pessoas não tem tempo a perder e conquistar a atenção de alguém exige muito esforço das marcas.



De olho nessa mudança de comportamento do consumidor, a Pesquisa e suas metodologias têm se reinventado - Desde a coleta de respostas face-to-face até o uso de tecnologias mais inovadoras e de fácil acesso. Se tornou algo comum responder pesquisas por meio Mobile, ou com uso de QR Code, tais adaptações focam atingir um objetivo: tornar a pesquisa cada vez mais friendly para quem vai respondê-la e desta forma diminuir a taxa de abandono antes da finalização da mesma.


Vamos partir para as dicas?


Explique o porquê da pesquisa

Quando explicamos, logo de início, o porquê de estarmos realizando determinada pesquisa, o respondente entende o seu papel no processo e cria um interesse maior em fazer parte do estudo, diferentemente de quando você inicia uma tarefa sem saber o propósito dela. Por exemplo: explicar que uma pesquisa está sendo realizada para entender como as mulheres se sentem com relação à maternidade. Dessa forma, o respondente se torna parte desse desafio com você.


Construa uma história

Construa um questionário como se estivesse contando uma história. Já percebeu que quando lemos um texto sem pé nem cabeça nós paramos de ler na metade? As perguntas precisam ter um fluxo lógico. Isso facilita o engajamento do respondente, permitindo que ele responda com maior entendimento e qualidade às dúvidas propostas. Utilize diferentes tipos de perguntas e crie questões que sejam interessantes e diferentes do que você costuma ver, agrupando em um mesmo bloco questões de assuntos parecidos ou relacionados. 


Torne as coisas simples

Quando fazemos uma pergunta difícil de entender, que requer uma resposta longa e bem elaborada, ou um grande número de alternativas com grande complexidade, as chances de um respondente desistir no meio são grandes. Um bom questionário é construído com o menor número de questões possíveis, e demanda respostas diretas e curtas. Por isso, foco na objetividade.


Peça para outras pessoas responderem - teste seu questionário

Uma das melhores formas de analisar se o seu questionário está sendo capaz de engajar é pedir para um amigo, familiar ou até colegas de trabalho responderem e darem a sua opinião. Quando trabalhamos durante muito tempo no mesmo projeto de pesquisa, acabamos ficando "viciados" e não percebemos alguns deslizes. O olhar de fora sempre ajuda.


Ofereça incentivos

Nem sempre uma boa introdução sobre uma pesquisa é o suficiente. Em casos como esse,uma das formas mais efetivas de despertar o interesse de um respondente é apresentando os benefícios da sua participação. Isto pode ser feito por meio de sorteios, prêmios, brindes e cartões presente - o que aliás tem se tornado uma categoria que facilita e muito o desenvolvimento da pesquisa. Considere escolher um incentivo que se adeque ao público alvo da sua pesquisa e alinhado com o conteúdo do seu questionário. Dessa maneira suas chances de acertar aumentam muito.

Seguindo essas dicas, as chances do seu questionário ser respondido do começo ao fim são grandes.

Sempre foque na objetividade.


Fonte: esse texto foi adaptado do original disponível em Mind Miners


#mindminers #pesquisademercado #campanhadeincentivo #cartãopresentedigital #cartãopresente

SAC (Atendimento ao Consumidor):

Segunda a Sexta 9h as18h (Exceto Feriados) Sábado 9h as 12h.

(11) 3251-1861

(11) 98188 2330

© 2020 • Todos os direitos reservados.